AGB Shop

Termos e Condições com informações do cliente Índice

Índice

1.1 Estes Termos e Condições Gerais (doravante denominados "GTC") da Fitness Nation GmbH (doravante denominados "Vendedor") se aplicam a todos os contratos relativos à entrega de mercadorias por um consumidor ou empresário (doravante denominado "Cliente" ) com o Vendedor em relação às informações fornecidas pelo Vendedor conclui seus produtos exibidos em sua loja online. Por este meio a inclusão de condições próprias do cliente é contrariada, a menos que seja acordado de outra forma.

1.2 Para contratos de entrega de mercadorias constantes do catálogo impresso do vendedor, estes termos e condições aplicam-se em conformidade, salvo disposição em contrário.

1.3 Para contratos de entrega de vouchers, estes termos e condições aplicam-se em conformidade, salvo disposição em contrário.

1.4 Para contratos de entrega de bilhetes, estes termos e condições aplicam-se em conformidade, salvo disposição expressa em contrário. Estes termos e condições regem apenas a venda de ingressos para determinados, na descrição do item dos eventos especificados pelo vendedor e não a execução desses eventos. Para a realização dos eventos, apenas se aplicam as disposições estatutárias na relação entre cliente e organizador e, se aplicável, condições divergentes da organizadora. A menos que o vendedor também seja o organizador ao mesmo tempo, ele não é responsável pela boa realização do evento, pelo qual apenas o respectivo organizador é responsável.

1.5 Consumidor, na acepção dos presentes termos e condições, é qualquer pessoa singular que celebra um negócio jurídico com finalidades que não podem ser atribuídas predominantemente à sua atividade comercial ou profissional independente. Empresário, na acepção destes termos e condições, é a pessoa singular ou colectiva ou sociedade civil, que actua na execução de um negócio jurídico no exercício da sua actividade comercial ou profissional autónoma.

2.1 As descrições do produto contidas na loja online do vendedor não constituem ofertas vinculativas do vendedor, mas servem para fazer uma oferta vinculativa pelo cliente.

2.2 O cliente pode enviar a oferta por meio do formulário de pedido online integrado na loja online do vendedor. Neste caso, após o cliente ter colocado os produtos selecionados no carrinho de compras virtual e ter passado pelo processo de pedido eletrônico, clicando no botão que conclui o processo de pedido, o cliente apresenta uma oferta de contrato legalmente vinculativa em relação aos produtos contidos no carrinho de compras. Além disso, o cliente pode enviar a oferta ao vendedor por telefone, e-mail ou formulário de contato online.

2.3 No caso de encomendas de mercadorias apresentadas no catálogo impresso do vendedor, o cliente pode apresentar a sua oferta por telefone, fax, e-mail ou correio ao vendedor. Para o efeito, o cliente pode preencher a ficha de encomenda anexa ao catálogo de impressão do vendedor e devolvê-la ao vendedor.

2.4 O vendedor pode aceitar a oferta do cliente dentro de cinco dias,

  • enviando ao cliente uma confirmação de pedido por escrito ou uma confirmação de pedido em formato de texto (fax ou e-mail), caso em que o recebimento da confirmação do pedido no cliente é oficial, ou
  • entregando as mercadorias encomendadas ao cliente, caso em que o acesso das mercadorias ao cliente é decisivo, ou
  • pedindo ao cliente que pague após enviar seu pedido.

Caso existam várias das alternativas acima mencionadas, o contrato é celebrado no momento em que uma das alternativas acima mencionadas ocorre pela primeira vez. O período de aceitação da oferta inicia-se no dia seguinte ao da data de envio da oferta pelo cliente e termina no quinto dia seguinte ao do envio da oferta. Se o vendedor não aceitar a oferta do cliente dentro do prazo acima mencionado, isso será considerado uma rejeição da oferta com a consequência de que o cliente não está mais vinculado à sua declaração de intenções.

2.5 Ao fazer uma oferta por meio do formulário de pedido online do vendedor, o texto do contrato será armazenado pelo vendedor após a conclusão do contrato e enviado ao cliente após o envio de seu pedido por escrito (por exemplo, e-mail, fax ou carta). Qualquer outra disposição do contrato pelo vendedor não é possível. Se o cliente tiver configurado uma conta de usuário na loja online do vendedor antes de enviar seu pedido, os dados do pedido serão arquivados no site do vendedor e podem ser acessados ​​pelo cliente por meio de sua conta de usuário protegida por senha com os dados de login correspondentes

2.6 Antes do envio vinculativo do pedido por meio do formulário de pedido on-line do vendedor, o cliente pode reconhecer possíveis erros de entrada lendo atentamente as informações exibidas na tela. Um meio técnico eficaz para melhor reconhecimento de erros de entrada pode ser a função de ampliação do navegador, com a ajuda da qual a exibição na tela é ampliada. Como parte do processo de pedido eletrônico, o cliente pode corrigir sua entrada por meio das funções usuais de teclado e mouse até clicar no botão que conclui o processo de pedido.

2.7 O contrato é celebrado em alemão e inglês.

2.8 O processamento de pedidos e o contato são normalmente realizados por e-mail e processamento automatizado de pedidos. O cliente deve certificar-se de que o endereço de e-mail que indicou para o processamento da encomenda está correcto, para que neste endereço possam ser recebidos os e-mails enviados pelo vendedor. Em particular, ao usar filtros de SPAM, o cliente deve garantir que todos os e-mails enviados pelo vendedor ou por terceiros comissionados para o processamento do pedido possam ser entregues.

3.1 Os consumidores têm, em princípio, o direito de rescisão.

3.2 Mais informações sobre o direito de rescisão decorrem da política de cancelamento do vendedor.

3.3 O direito de rescisão não se aplica aos consumidores que, no momento da celebração do contrato, não pertençam a nenhum Estado-Membro da União Europeia e cujo único domicílio e endereço de entrega se situem fora da União Europeia à data do conclusão do contrato.

3.4 De acordo com a Seção 312g (2) no. 9 BGB, salvo acordo em contrário, não existe direito de revogação para os contratos de prestação de serviços relacionados com atividades de lazer se o contrato previr uma data ou período específico para a prestação. A partir daí, o direito de rescisão também é excluído para contratos que tenham a venda de ingressos para eventos recreativos no horário para o objeto.

4.1 Salvo disposição em contrário na descrição do produto do vendedor, os preços cotados são preços totais que incluem imposto sobre valor agregado legal. Se aplicável, os custos adicionais de entrega e envio são especificados separadamente na respectiva descrição do produto.

4.2 No caso de entregas para países fora da União Europeia, podem ocorrer custos adicionais em casos individuais, pelos quais o vendedor não é responsável e que deverão ser suportados pelo cliente. Estes incluem, por exemplo, custos de transferência de dinheiro por instituições de crédito (por exemplo, taxas de transferência, taxas de câmbio) ou direitos ou impostos de importação (por exemplo, direitos aduaneiros). Esses custos podem ser incorridos em relação à transferência de fundos, mesmo que a entrega não seja feita para um país fora da União Europeia, mas o cliente faz o pagamento de um país fora da União Europeia.

4.3 A (s) opção (ões) de pagamento serão comunicadas ao cliente na loja online do vendedor.

4.4 Se o pagamento adiantado tiver sido acordado por transferência bancária, o pagamento é devido imediatamente após a conclusão do contrato, a menos que as partes tenham acordado uma data de vencimento posterior.

4.5 Se o pagamento for feito por meio de um método de pagamento oferecido pelo PayPal, o pagamento é tratado pelo provedor de serviços de pagamento PayPal (Europa) S.à rl et Cie, SCA, 22-24 Boulevard Royal, L-2449 Luxemburgo (doravante denominado "PayPal "), sujeito aos Termos de Serviço do PayPal, disponíveis em https://www.paypal.com/en/webapps/mpp/ua/useragreement-full ou - se o cliente não tiver uma conta do PayPal - sob os termos e condições de pagamentos sem conta PayPal, disponíveis em https://www.paypal.com/en/webapps/mpp/ua/privacywax-full .

5.1 A entrega da mercadoria ocorre a caminho do endereço de entrega especificado pelo cliente, salvo acordo em contrário.

5.2 Para mercadorias que são entregues por remessa, a entrega é "meio-fio gratuita", ou seja, até o meio-fio mais próximo do endereço de entrega, salvo indicação em contrário nas informações de envio na loja online do vendedor e a menos que acordado de outra forma.

5.3 Se a entrega da mercadoria falhar por motivos pelos quais o cliente é responsável, o cliente arcará com os custos razoáveis ​​incorridos pelo vendedor. Isso não se aplica no que diz respeito ao custo da remessa, se o cliente exercer o seu direito de rescisão de forma eficaz. Para a devolução aplica-se os custos em caso de efectivo exercício do direito de rescisão por parte do cliente ao disposto na política de cancelamento do vendedor.

5,4Se o cliente atuar como empresário, o risco de perda acidental e deterioração acidental das mercadorias vendidas passa para o cliente assim que o vendedor entrega as mercadorias à transportadora, à transportadora ou à pessoa ou instituição responsável por realizar o envio. Se o cliente atua como um consumidor, o risco de perda acidental e deterioração acidental dos bens vendidos geralmente só com a transferência dos bens para o cliente ou uma pessoa com direito a receber. Diferentemente disso, o risco de perda acidental e deterioração acidental das mercadorias vendidas aos consumidores já no cliente, assim que o vendedor tiver entregue a matéria à transportadora, à transportadora ou à pessoa ou instituição de outra forma destinada a realizar a remessa , se o cliente instruiu o despachante,

5.5 O vendedor reserva-se o direito de rescindir o contrato em caso de entrega indevida ou indevida. Isto aplica-se apenas no caso em que a não entrega não seja da responsabilidade do vendedor e este tenha sido efectuado com os devidos cuidados, uma operação específica de cobertura com o fornecedor. O vendedor fará todos os esforços razoáveis ​​para obter as mercadorias. Em caso de indisponibilidade ou apenas disponibilidade parcial da mercadoria, o cliente será informado imediatamente e a contraprestação será devolvida imediatamente.

5.6 A coleta não é possível por motivos logísticos.

5.7 Os vouchers serão dados ao cliente da seguinte forma:

  • via download
  • por email

5.8 Os ingressos são dados ao cliente da seguinte forma:

  • via download
  • por email

6.1 O consumidor reserva-se o direito de propriedade dos bens entregues aos consumidores até o pagamento integral do preço de compra devido.

6.2 No que diz respeito aos empresários, o vendedor retém a titularidade das mercadorias entregues até a liquidação total de todas as reclamações decorrentes de uma relação comercial em curso.

6.3 Se o cliente atuar como empresário, ele tem o direito de revender os bens reservados no curso normal dos negócios. Todas as reclamações daí resultantes contra terceiros serão cedidas pelo cliente ao vendedor antecipadamente no valor do respetivo valor da fatura (incluindo imposto sobre o valor acrescentado). Esta atribuição se aplica independentemente de as mercadorias reservadas terem sido revendidas sem ou após o processamento. O cliente continua autorizado a cobrar as reclamações mesmo após a atribuição. O direito do vendedor de cobrar ele mesmo as reivindicações permanece inalterado. No entanto, o vendedor não cobrará as reivindicações, desde que o cliente cumpra suas obrigações de pagamento para com o vendedor, não deixe de pagar e não tenha entrado com o processo de insolvência.

Se o item comprado estiver com defeito, as disposições da responsabilidade legal por defeitos serão aplicadas. Divergindo disso:

7.1 O cliente atua como um empreendedor,

  • o vendedor pode escolher o tipo de prestação suplementar;
  • para mercadorias novas, o prazo de prescrição para defeitos é de um ano a partir da passagem do risco;
  • no caso de bens usados, os direitos e reclamações por defeitos estão excluídos em princípio;
  • o prazo de prescrição não recomeça se ocorrer uma entrega de substituição no âmbito da responsabilidade por defeitos.

7.2 Se o cliente atuar como consumidor, o seguinte se aplica a bens usados ​​com a restrição do seguinte: Reclamações por defeitos são excluídas se o defeito ocorrer apenas um ano após a entrega dos bens. Os defeitos que ocorrem dentro de um ano da entrega da mercadoria podem ser declarados dentro do prazo de prescrição legal.

7.3 As limitações de responsabilidade e redução de tempo especificadas nos parágrafos anteriores não se aplicam

  • para coisas que foram usadas para uma estrutura de acordo com seu uso usual e que causaram sua deficiência,
  • por danos e reclamações de reembolso do cliente, também
  • caso o vendedor tenha ocultado o defeito de maneira fraudulenta.

7.4 Além disso, para os empresários, os prazos de prescrição legais para o direito de recurso de acordo com § 445b BGB permanecem inalterados.

7.5 Se o cliente atuar como comerciante na aceção de § 1 HGB, ele está sujeito à obrigação de inspecionar e de notificar de acordo com § 377 HGB. Caso o cliente não cumpra as obrigações de notificação aí regulamentadas, considera-se que a mercadoria foi aprovada.

7.6 Se o cliente atuar como consumidor, ele / ela é solicitado a reclamar a mercadoria entregue com danos de transporte óbvios para o entregador e informar o vendedor sobre isso. Se o cliente não cumprir, isso não afetará suas reivindicações legais ou contratuais por defeitos.

O vendedor será responsável perante o cliente por todas as questões contratuais, contratuais e legais, incluindo reivindicações ilícitas por danos e reembolso de despesas da seguinte forma:

8.1 O vendedor é totalmente responsável por qualquer motivo legal

  • em caso de intenção ou negligência grave,
  • em caso de lesão intencional ou negligente à vida, corpo ou saúde,
  • com base em uma garantia, a menos que estipulado de outra forma
  • devido à responsabilidade obrigatória, como nos termos da Lei de Responsabilidade do Produto.

8.2 Se o vendedor violar negligentemente uma obrigação contratual essencial, a responsabilidade será limitada ao dano contratualmente típico e previsível, a menos que seja assumida responsabilidade ilimitada de acordo com a cláusula anterior. Obrigações contratuais significativas são obrigações que o contrato impõe ao vendedor de acordo com o seu conteúdo com a finalidade de alcançar o objetivo do contrato, cujo cumprimento permite a execução adequada do contrato em primeiro lugar e em cujo cumprimento o cliente pode regularmente contar com.

8.3 A propósito, a responsabilidade do vendedor é excluída.

8.4 Os regulamentos de responsabilidade acima também se aplicam no que diz respeito à responsabilidade do vendedor por seus agentes substitutos e representantes legais.

9.1 Se o vendedor deve o conteúdo do contrato, além da entrega de mercadorias e do processamento das mercadorias de acordo com especificações específicas do cliente, o cliente tem a operadora tudo o que é necessário para processar o conteúdo, como texto, imagens ou gráficos no formatos de arquivo especificados pelo operador, formatação, imagem - e tamanhos de arquivo para fornecer e dar a ele os direitos de uso necessários. O cliente é o único responsável pela aquisição e aquisição dos direitos deste conteúdo. O cliente declara e aceita a responsabilidade de ter o direito de uso do conteúdo fornecido ao vendedor. Em particular, ele deve garantir que nenhum direito de terceiros seja infringido, em particular direitos autorais, direitos de marca registrada e direitos pessoais.

9.2 O cliente indeniza o vendedor por reclamações de terceiros que possam apresentar contra o vendedor em conexão com a violação de seus direitos como resultado do uso contratual dos conteúdos do cliente pelo vendedor. O cliente também assume os custos razoáveis ​​da defesa legal necessária, incluindo todas as custas judiciais e legais no valor legal. Isso não se aplica se o cliente não for responsável pela infração. Em caso de reclamação de terceiros, o cliente é obrigado a fornecer ao vendedor de forma imediata, verdadeira e completa todas as informações necessárias para o exame das reclamações e a sua defesa.

9.3 O vendedor reserva-se o direito de recusar pedidos de processamento se o conteúdo fornecido pelo cliente violar proibições legais ou oficiais ou moralidade. Isso se aplica em particular à liberação de conteúdo anticonstitucional, racista, xenófobo, discriminatório, ofensivo, que ameaça a juventude e / ou glorifica a violência.

Se, além da entrega das mercadorias, o vendedor paga o conteúdo do contrato, bem como a montagem ou instalação das mercadorias nas instalações do cliente e, se necessário, medidas preparatórias adequadas (por exemplo, tamanho maior), o seguinte se aplica:

10.1 O Vendedor fornece seus serviços por sua própria escolha ou por pessoal qualificado por ele selecionado. O vendedor também pode utilizar os serviços de terceiros (subcontratados) que atuam em seu nome. Salvo disposição em contrário na descrição do serviço do vendedor, o cliente não tem o direito de escolher uma pessoa específica para realizar o serviço desejado.

10.2 O cliente deve fornecer ao vendedor as informações necessárias para a execução do serviço devido ao vendedor de forma completa e verdadeira, desde que a sua aquisição não se enquadre nas obrigações do vendedor nos termos do contrato.

10.3 O vendedor entrará em contato com o cliente após a conclusão do contrato, a fim de marcar um encontro para o serviço devido. O cliente deve garantir que o vendedor ou seu pessoal designado tenha acesso às instalações do cliente no horário acordado.

10.4 O risco de perda acidental e deterioração acidental das mercadorias vendidas só deve passar para o cliente após a conclusão do trabalho de montagem e entrega ao cliente.

11.1 Os Vouchers emitidos pelo Vendedor gratuitamente como parte de promoções com um período de validade específico e que não podem ser adquiridos pelo Cliente (doravante denominados " Vouchers Promocionais ") só podem ser resgatados na loja online do Vendedor e para o período especificado.

11.2 Os vouchers de ação só podem ser resgatados pelos consumidores.

11.3 Produtos individuais podem ser excluídos da promoção de cupom, desde que uma restrição correspondente resulte do conteúdo do cupom promocional.

11.4 Os vouchers promocionais só podem ser resgatados antes de concluir o processo de pedido. A compensação subsequente não é possível.

11.5 Apenas um cupom promocional pode ser resgatado por pedido.

11.6 O valor da mercadoria deve ser pelo menos igual ao valor do voucher da ação. Qualquer saldo remanescente não será devolvido pelo vendedor.

11.7 Caso o valor do voucher promocional seja insuficiente para a cobertura da encomenda, poderá ser escolhida uma das restantes formas de pagamento oferecidas pelo vendedor para saldar a diferença.

11.8 O saldo de um cupom de ação não é pago em dinheiro nem juros.

11.9 O voucher de ação não será reembolsado se o cliente devolver a mercadoria total ou parcialmente paga com o voucher de ação como parte do seu direito legal de revogação.

11.10 O Voucher da promoção deve ser usado apenas pela pessoa nele indicada. A transferência do voucher de ação para terceiros está excluída. O vendedor tem o direito, mas não a obrigação, de verificar a elegibilidade substantiva do respectivo titular do voucher.

12.1 Os vouchers que podem ser adquiridos através da loja online do vendedor (doravante denominados "vouchers presente") só podem ser resgatados na loja online do vendedor, salvo indicação em contrário no voucher.

12.2 Os vouchers-presente e os créditos restantes dos vouchers-presente podem ser resgatados até o final do terceiro ano após o ano da compra do voucher. Os créditos restantes serão creditados ao cliente até a data de vencimento.

12.3 Presente Certificados só pode ser resgatado antes de completar o processo de encomenda. A compensação subsequente não é possível.

12.4 Apenas um vale -presente pode ser resgatado por pedido.

12,5 presente Certificados só pode ser usado para a compra de mercadorias e não para a compra de Certificados de presente adicionais.

12.6 Caso o valor do voucher oferta seja insuficiente para a cobertura da encomenda, poderá ser utilizado um dos restantes meios de pagamento disponibilizados pelo vendedor para liquidar a diferença.

12.7 O crédito de um Vale-presente não será pago em dinheiro ou juros.

12.8 O vale-presente deve ser usado apenas pela pessoa nele indicada. A transferência do vale-presente a terceiros está excluída. O vendedor tem o direito, mas não a obrigação, de verificar a elegibilidade substantiva do respectivo titular do voucher.

13.1 As leis da República Federal da Alemanha aplicam-se a todas as relações jurídicas entre as partes, excluindo as leis que regem a compra internacional de bens móveis. Para os consumidores, esta escolha de lei aplica-se apenas na medida em que a proteção concedida não seja retirada por disposições imperativas da lei do Estado em que o consumidor tem a sua residência habitual.

13.2 Além disso, no que diz respeito ao direito legal de rescisão, esta escolha de lei não se aplica aos consumidores que, no momento da celebração do contrato, não pertençam a nenhum Estado-Membro da União Europeia e cujo único domicílio e entrega endereços fora da União Europeia no momento da celebração do contrato.

Se o cliente atuar como comerciante, pessoa jurídica de direito público ou fundo especial de direito público domiciliado no território da República Federal da Alemanha, o local de jurisdição exclusivo para todos os litígios decorrentes deste contrato será o local de negócios do vendedor. Se o cliente estiver localizado fora do território da República Federal da Alemanha, o local de trabalho do vendedor é o local exclusivo de jurisdição para todos os litígios decorrentes deste contrato, se o contrato ou reivindicações do contrato puderem ser atribuídos ao cliente atividade profissional ou comercial. No entanto, nos casos acima, o vendedor tem, em qualquer caso, o direito de chamar o tribunal do estabelecimento do cliente.

- O vendedor submeteu-se às condições de participação para a iniciativa de comércio eletrônico "Fairness in Commerce", que pode ser visualizada na Internet em https://www.fairness-im-handel.de/teilnahmebedingungen/ .

16.1 A Comissão da UE fornece uma plataforma para resolução de litígios online na Internet no seguinte link: https://ec.europa.eu/consumers/odr

Esta plataforma serve como ponto de contacto para a resolução extrajudicial de litígios decorrentes de compras online ou contratos de prestação de serviços envolvendo um consumidor.

16.2 O vendedor não é obrigado nem está disposto a participar de um procedimento de solução de controvérsias perante um conselho de arbitragem de consumidores.